3edicion_premios

EDIÇÃO IV. 2018

Com o objetivo de reconhecer publicamente o extraordinário trabalho que as entidades sociais e meios de comunicação realizam para ajudar as pessoas vítimas de violência de género e para promover a sua integração laboral, a Clece convoca a Quarta Edição dos Prémios Compromisso.

VÍDEO RESUMO GALA 2018

VÍDEO GALA PRÉMIOS COMPROMISSO 2018-STREAMING

Por favor acepta todas las cookies para poder ver el vídeo.

Vencedores

Os vencedores da quarta edição dos Prémios Compromisso foram:

Prémio ‘Melhor Projeto Social’

Fundación Santa María La Real

Pelo seu projeto: “Empleo Mujer de Castilla y León”

Objetivo: promover a inserção sociolaboral e a melhoria da empregabilidade de todas as mulheres que se encontram numa situação de especial vulnerabilidade.

www.santamarialareal.org

Asociación de Xóvenes Emprendedores de Lugo (AXEL)

Pelo seu projeto: “Blíster, píldoras del conocimiento”

Objetivo: pretende superar estereótipos de género e formar mulheres em áreas laborais não associadas tradicionalmente a elas – como a eletricidade, canalização, jardinagem,…

www.axelugo.org

Fundación Don Bosco

Pelo seu projeto: “Itinerarios integrados de inserción sociolaboral”

Objetivo: dirigido no sentido de melhorar a empregabilidade das vítimas, conta com a colaboração de 800 empresas inscritas na sua Agência de Colocação.

www.fundaciondonbosco.es

Prémio ‘Melhor Trabalho Jornalístico’

Marisa Kohan
Jornalista do jornal “Público”

Trabalho: pelo tratamento em profundidade e o seguimento continuado do problema através do seu trabalho jornalístico.

www.publico.es

Melhor iniciativa de Sensibilização

“Tolerancia cero. Contra el maltrato, la fuerza de todos”
Antena 3 Noticias e Fundación Mutua Madrileña

‘Tolerancia Cero’ coloca o foco na importância de denunciar e tornar visível os maus-tratos, não só por parte da vítima, mas também por parte do seu ambiente familiar e de amigos.

Menções especiais

María José Garrido Antón
Capitã da Guardia Civil

Trabalho: a sua trajetória esteve estreitamente relacionada com a proteção das vítimas e a ela deve-se a elaboração em 2011 do “Guía de Primeros Auxilios Psicológicos en Violencia de Género”.

Asociación Candelita e Fundación ARED

Labor: pela sua colaboração com a Clece na integração laboral no último ano.